Como irá funcionar o Dual SIM no iPhone XS e XR 

  •  

    Uma das novidades mais interessantes dos novos iPhones XS e XR é o fato de, pela primeira vez, a Apple passar a aceitar duas linhas de telefone no mesmo aparelho. Esta funcionalidade ainda não está ativa, mas promete ser um primeiro passo para tornar a nossa vida mais prática no futuro.

    Vamos fazer neste artigo um resumo do que está por vir.


    O iPhone XS, o XS Max e o XR virão com a opção de Dual SIM, ou seja, será possível usar dois chips de operadora, um físico (nano-SIM) e outro incorporado no aparelho (eSIM).

    Há tempos esta é uma função existente em celulares normalmente mais baratos, inclusive piratas. A Apple demorou para implementar por ser algo que gera desconforto entre as operadoras, que sempre fizeram uma grande pressão para a maçã não adotar a tecnologia. Afinal, nenhuma delas quer seu cliente usando ao mesmo tempo o serviço de uma concorrente.

    O eSIM é um SIM digital que permite a ativação de um plano celular de sua operadora sem precisar de um nano-SIM físico. O Apple Watch Celular possui um desses em seu interior.

    Inicialmente, poucas operadoras no mundo dão suporte ao eSIM. No Brasil e Portugal, até o momento em que este artigo está sendo escrito, nenhuma operadora permite o uso de números pelo eSIM, impossibilitando que os novos dispositivos funcionem com duas linhas telefônicas.

     

    Usando duas linhas ao mesmo tempo

    Há diversos bons motivos para alguém querer usar duas linhas de celular no mesmo iPhone:

    Ter no mesmo aparelho o número pessoal e outro profissional

    Escolher entre o serviço de ligações e de dados, conforme o preço dos diferentes planos

    Usar uma linha local em viagens internacionais, mantendo a sua ativa para receber mensagens

    O iPhone pode, contemporaneamente, fazer e receber ligações e enviar e receber SMS dos dois números diferentes. Porém, ele só pode usar uma rede de dados celulares por vez.

    Quando as duas linhas estiverem ativas, são duas operadoras que aparecem quando você puxa a Central de Controle. Uma delas é a linha primária (P) e outra a secundária (S).

    E durante o uso normal, você verá assim o símbolo do sinal:

    O usuário pode fazer e receber ligações e mensagens SMS de qualquer uma das linhas. Se uma delas estiver sendo usada e a outra linha receber ligação, esta vai diretamente para a caixa postal. Por isso, a Apple sugere que se ative o encaminhamento de uma linha para outra, para que você não perca ligações importantes.

    A linha primária é a do SIM físico (nano-SIM), enquanto a chamada secundária é a do eSIM. Você pode definir qual será a Padrão, ou seja, a que será usada para enviar mensagens, realizar ligações telefônicas e de FaceTime. Tudo isso você pode fazer com ambos os números, mas terá que mudar manualmente para a linha não-padrão caso queira usá-la para tais fins.

    A princípio, quando você ligar para um contato, o iPhone usará a linha padrão para realizar a chamada. Mas você pode especificar uma operadora específica para cada contato, escolhendo o “plano celular preferido“.

    Para usar o plano de dados no aparelho, você deve optar por uma das duas linhas. Isso é feito nos Ajustes.


    Como ativar o eSIM

    Há duas maneiras de ativar uma linha no eSIM interno do aparelho:

    Escaneando um código QR

    Usando o aplicativo da operadora

    Ou seja, a ativação realmente depende da operadora oferecer o serviço. Sem ela, não tem como ativar o eSIM.

    Para iniciar a ativação do eSIM, é preciso entrar em Ajustes > Celular e tocar em “Adicionar Plano Celular“.

    Ele irá pedir para você escanear o código QR fornecido pela sua operadora. Você pode também introduzir manualmente os dados fornecidos por ela.

    A ativação pode ser feita também diretamente no aplicativo da operadora, caso ela disponibilize esta função para o cliente.

    Após ativada a segunda linha, você deverá configurar o modo como quer que elas funcionem em seu aparelho. Você pode dizer qual delas quer que seja seu número padrão, ou a que será usada para os dados celulares.


    Basicamente é assim que funcionará as duas linhas telefônicas no iPhone, quando o uso do eSIM começar a ser aceito por nossas operadoras. Elas sempre foram resistentes a isso, mas com a entrada da Apple nesta categoria, elas deverão dar o braço a torcer e é possível que, no máximo em 2 anos, grande parte das operadoras já tenham adotado esta alternativa. Afinal, além de ser uma comodidade para o cliente, é a evolução da tecnologia. E elas não poderão segurar isso por muito tempo.